Gestão da Empresa com Dificuldades Financeiras

Sua empresa está hoje com dificuldades financeiras?

As dificuldades financeiras aparecem quando você enxerga com frequência alguns sintomas, como falta de recursos para pagar as contas do dia, atraso constante de contas, iniciando pelos impostos. Quando a empresa fica constantemente no cheque especial e o pagamento de juros aumenta de forma progressiva.

A sua rotina diária fica com frequência mais envolvida como o financeiro, na busca de recursos para pagar as contas do dia.

Eu chamo tal situação de crise de caixa.

Normal neste momento o empresário pensar que a simples busca por recursos ser a solução para a crise, mas isso é um grande engano.

Esta situação se dá por desconhecer os princípios básicos da gestão empresarial e da gestão financeira.

Mas a pergunta que fica é como conseguir conduzir a empresa ao caminho da normalidade financeira, saindo desta crise de caixa.

 

Em meu livro, “30 dicas úteis para evitar a crise de caixa e recuperar sua empresa”, afirmo que falta de recursos e a crise de caixa é consequência e para sair da crise você deve buscar as causas.

Sua empresa está em crise porque ela provavelmente não é geradora de caixa, isto é, não é lucrativa ou no mínimo neste momento deixou de ser.

Devo basear minha analise em cima de instrumentos ou ferramentas que me informem como a empresa se encontra e com isso tomar a decisão mais acertada. Números que me façam realmente entender a empresa e que me norteiem para a tomada de decisão.

Estas três ferramentas são:

DRE, também chamado de Demonstrativo de Resultados, vai indicar quanto foi meu lucro ou prejuízo em um determinado mês ou ano, mais que isso vai me mostrar para onde foi o dinheiro.

Balanço Gerencial, vai me informar o valor do meu Patrimônio Líquido e com base na sua variação vou perceber se estou tendo resultado, se meus negócios estão sendo rentáveis, pois meu objetivo final é aumento do meu patrimônio.

Fluxo de Caixa,  vai me mostrar entre meus saldos de caixa, bancos, contas a pagar e a receber como estarão minhas contas em uma data futura e com isso poderei tomar alguma ação corretiva caso o fluxo me indique a falta de recursos nesta data futura.

Uma empresa em Crise não resolve seu problemas apenas buscando recursos no mercado ou antecipando recursos ou atrasando uma conta, ou tomando ações apenas relacionadas ao caixa. Situações de curto prazo podem até trazer um alívio momentâneo, mas não trará a solução definitiva.

A solução para Crise é fazer a empresa ter resultado, ter lucro. Pensar em ações para empresa voltar a dar lucro.

As dívidas da empresa devem ser negociadas, alongadas e pagas de acordo com a capacidade da empresa em gerar caixa. Uma empresa que tem lucro de R$ 10.000,00 por exemplo não pode pagar mais de R$ 10.000,00 em suas negociações pois senão logo, logo ela voltará a ter problemas de caixa. Caso não esteja dando lucro é hora de segurar o pagamento e renegociar. Pense nisso.

 

Buscando o Lucro 

Antes de tudo preciso saber se a empresa dá lucro e para onde está indo o dinheiro e daí sim avaliar como passo fazer para diminuir meus custos e despesas através de um orçamento e do fechamento da torneira dos gastos.

Pense na redução do Pró-Labore, no fim de retiradas não programadas de sócios, e avalie se a empresa banca despesas que não estão ligadas a atividade fim da mesma.

Não há redução de custos sem sentir na pele, ou como dizem sem sentir dor. Cortar gastos é um sacrifício necessário.

Pelo foco da receita devo avaliar o que posso fazer para ter uma maior receita, de preferência com maiores margens. Pense em como buscar e atender melhor seu cliente com a implantação de um CRM.

Enfim, tudo se resume em Gestão. Mudar a Gestão para fazer a empresa voltar a dar resultado, focando nos números e em ações que aumentem a receita e que reduzam consideravelmente os gastos.

Fechar Menu